sexta-feira, 10 de abril de 2015

AQUI.



O que me trás aqui.
Muitos de vocês (ou talvez não) já me conheciam do blog o Essencial. Um espaço só meu, onde articulava duas artes que adoro: a comida e a fotografia. Era eu e a comida, eu e a fotografia. Na verdade um blogue que me trouxe (e ainda trás) coisas absolutamente maravilhosas: pessoas, conhecimento e experiências. Um blogue que adoro e que quando conseguir equilibrar a logística dos meus dias irei voltar certamente. 

Para quem não tinha conhecimento deste meu foodblogue podem ver um video da minha ida ao programa da Sic Mulher onde falo resumidamente sobre ele, aqui.

Recuando um pouco mais atrás, trabalhei em arquitectura, como arquitecta que sou, durante quase 10 (!) anos. Conheci gente maravilhosa, conheci um mundo para o qual pensei ter nascido. Desde miúda que me lembro de desenhar casas, a minha casa de sonho, imaginar, viajar na maionese (tão eu) e um par de botas. Um trabalho feito de pessoas para pessoas. Compatibilizar varias áreas, as mesmas áreas. Compor em harmonia uma equação onde todos precisamos uns dos outros. Respeito e valores acima de tudo. Como tudo em qualquer area (pelo menos assim, deveria ser).

E era aqui que queria chegar. Na realidade, faz parte de mim, partilhar, dar. Sem troca. Fazer para mim, para alguém, fazer porque sim. Dar de mim e aos outros. Quando deixa de ser possível, vou procurar outro caminho. E foi assim que cheguei à Violeta Cor de Rosa. 
Se alguma vez pensei que me fosse tirar a disponibilidade para estar dedicada à maternidade, à bebe maravilhosa que esta comigo todos os dias? Não. Mas, é de momentos que fazemos a nossa vida. E o momento é este. Se nasceram os dois em simultâneo, um com o desenrolar do outro, devem estar sempre ligados. Uns dias difíceis de gerir outros nem tanto. Na verdade, são os dois meus. Meus e maravilhosos. Vai daí o desafio vai sendo cada vez exigente. Enorme. Tento alcançar a criatividade e resposta ao que diariamente me chega. Tenho conseguido mas, nem sempre respondo a emails e mensagens como quero e despacho encomendas da rapidez que desejo (e isto é uma pequena parte de todo o processo: é preciso criar, desenvolver e ter o produto final. Testar, preparar e partilhar ao mundo. Informar. 

Só quero que saibam que, este caminho diário é o caminho mais feliz que alguma vez tive. Não quero ter espaço para dissabores, nem esperar que as pessoas sejam o mesmo que sou para elas. 
Não quero tristezas porque todos os dias me lembro o que me trás aqui.


This is a Happy Shop (and Blog).

Obrigada por estarem aí!
Com amor
Joana


^^^^^^^^^^^^
     

1 comentário: