terça-feira, 26 de janeiro de 2016

IRMÃS

Ao som disto aqui escrevo (boa, muito boa música).


São muito diferentes. De feitio mas, ambas obstinadas. Começo por escrever isto. 

Diferentes tal como eu era e sou da minha irmã S. (mais velha que eu 5 anos). 

Talvez seja só a diferença de idades que têm. Talvez seja só o génio. 


Enquanto a mais velha, a Madalena, é um furacão que me baralha e me faz questionar/decifrar a idade que tem (ora com mais dois anos ora com menos três), a Violeta é conhecedora do seu nariz, parecendo mais velha do que é na realidade. 


Dizem que os segundos crescem mais depressa. Cliché ou não, a Violeta já faz uma série de mini tarefas deliciosamente sozinha. Fruto também da liberdade que damos aos segundos e da confiança que temos em segunda viagem. (O inverso: a tal liberdade este fim de semana custou uma ida ao Hospital com a Violeta e três pontos na sua mini cabeça. Temos mesmo que passar por estas coisas?).


Quando há momentos cúmplices, de partilha e afecto é delicioso de se ver. E isso acontece nas brincadeiras mais simples que têm. Na comunicação uma com a outra. A Madalena tenta ser "mãezinha" e tenta ensinar a Violeta a crescer mais depressa ou invariavelmente faz-lhe um ataque de cocegas e ficam as duas a rebolar no chão. Vivemos também momentos de caos.

Vestido bonito da Violeta da To The Moon and Back.

Com amor,
Joana
^^^^^^^^^^^^
     

3 comentários:

  1. Fofinhas!

    Parabéns!

    http://nessienet.blogs.sapo.pt/
    Inês

    ResponderEliminar
  2. Há poucas coisas na vida melhores que o amor de irmãos ☺

    ResponderEliminar
  3. É o melhor do mundo de assistir! :) Às vezes (só mesmo às vezes) apetecia ficar na plateia a assistir os anos a passar... e ver a cumplicidade das brincadeiras crescer :)

    ResponderEliminar