quinta-feira, 31 de julho de 2014

QUERIDA M.




(M. com 1 ano, 2 anos, 3 anos e 4 anos.)

Precisava de te escrever algumas palavras sem me alongar muito.

Olho para ti. Fico a olhar para ti e se pudesse ficava horas assim. Sempre com o mesmo pensamento: és a minha menina. és feliz? um gosto tanto de ti é tão curto e não há palavra ou frase que traduza "isto". Como dizê-lo?

Estamos a dias ou até mesmo horas de conhecer a tua irmã V. . Estamos felizes! 

4 anos e têm sido momentos tão bons. 
Durante estes últimos meses fui-te tirando o colo, umas vezes por necessidade do momento e outras para entenderes que crescer é isso mesmo.

Contigo aprendi a ser Mãe e continuo a aprender. Obrigada. Sempre foste obstinada, temperamental e sensível e deste-me uma grande escola. 

Espero que tenhas gostado de ter os Pais em exclusivo só para ti durante este tempo (foi longo mas há coisas que têm mesmo que ser e eu acredito que nada acontece por acaso) e espero que saibas que continuamos a ser exclusivos mas, com um abraço e felicidade ainda maiores. 

A tua irmã V. foi também tão planeada para ti, para te fazer sorrir ainda mais. Para cresceres a saber o que é partilhar, proteger, cuidar e amar de uma maneira ainda melhor.

Espero que saibas "isto".

Da tua Mãe Joana (como me gostas de chamar).

9 comentários:

  1. Sinto-me a ficar mais sensível à medida que as Vossas horas se aproximam e, talvez por isso, dei por mim a chorar, como que a imaginar-me em ti a seres Mãe da M e também a imaginar-me na pele da M, a ser tua filha!!
    E sabes que mais, até a mim, enquanto observadora, vcs me fazem Feliz, me enchem de Amor.
    Acredito que estejam ambas ansiosas, ambas inseguras e ambas cheias de Amor para dar, ao Mundo, uma à outra e à Família prestes a crescer...
    Tenho a certeza que o Vosso Mundo, mesmo que Violeta, será sempre quase todo, cor-de-rosa!
    Tudo está previsto e planeado e os planos para Vcs só podem ser dos melhores!
    Estar perto de Ti (minha Joana) das tuas várias facetas, fases e projectos é aprender a Amar, da forma mais fácil!
    Obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mtinha...estava aqui a aguentar-me até ler isto teu.
      Obrigada por estares sempre do meu lado, do nosso. Quero que seja sempre assim.
      Somos uma família também porque existes...
      Grande beijinho <3

      Eliminar
  2. Que lindo, sinto rudo o que dizes, porque passei elo mesmo, porque também tirei colo ( não todo, porque isso nunca vou tirar) e porque este amor e esta aprendizagem são tudo e não há mesmo palavras para o traduzir. Muitas felicidades e uma hora pequenina <3

    ResponderEliminar
  3. <3 Agradeço imenso os pais que tenho, mas se há coisa que nunca me canso de lhes dizer é que ter um irmão é maravilhoso. Eles são os dois, filhos únicos, e não sabem o bom que é. Mas quiseram dar uma irmã ao meu irmão (precisamente 4 anos mais velho) e bom, eu sei que ele também agradece a minha existência. É tão bom, é tão diferente e ajuda-nos tanto tanto tanto.
    Joana, um hora pequenina! E que a vossa família não pare nunca de crescer e ser feliz :)

    ResponderEliminar
  4. É mesmo isso, é tão por eles também! :) Emocionei-me a ler este texto, claro!! :)
    um beijinho e que tudo corra pelo melhor!!

    ResponderEliminar
  5. Que corra tudo super bem :) p.s. gosto tanto deste teu cantinho cor-de-rosa!... <3
    Beijinhos, Ana G.

    ResponderEliminar
  6. E faltou acrescentar... Decerto a M. vai adorar a mana, e tal como a Ana Couceiro sou a mais nova, mas de três, e adoro ter irmãos, e ter mais que um...Realmente são peças fundamentais no nosso Crescimento, e na nossa vida, mesmo quando já adultos e andamos desencontrados! Ainda não tenho filhos mas espero conseguir dar aos meus filhos o que os meus pais me deram a mim e aos meus irmãos :) Beijinhos, Ana G.

    ResponderEliminar
  7. Muitos parabéns Joana!!! O nascimento de um filho é a mais pura multiplicação do AMOR!

    Beijinhos.
    Lovemagentablog

    ResponderEliminar
  8. Que lindo texto e que belo blog que aqui tens. Parabéns!

    ResponderEliminar